Como registrar uma marca?


agosto 26, 2015 · admin

Se você tem uma empresa, é bem provável que tenha também uma marca, que passa confiança para seus clientes e que seja facilmente reconhecível por eles. Agora imagine que, depois de muito trabalho para conquistar essa confiança e esse reconhecimento, você descobre que algum de seus concorrentes está usando a sua marca de maneira indevida e, pior, desviando os seus clientes!

Essa é uma situação bastante desagradável e que pode causar muitas dores de cabeça, mas a boa notícia é que existe uma maneira fácil de evitá-la: fazendo um registro de marca! Por isso, confira no post de hoje como registrar sua marca e não ser pego de surpresa!

Quais são os procedimentos para registrar minha marca?

O órgão responsável pelo registro de marcas é o INPI — Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Para registrar sua marca, é preciso seguir as normas legais determinadas pelo órgão e realizar uma série de procedimentos junto a ele. Confira o passo a passo a seguir:

1º passo: Pedido

Tanto pessoas físicas como pessoas jurídicas devem preencher um formulário com todas as especificações da marca que pretendem registrar junto ao INPI. Uma vez que o pedido é feito, outros interessados têm um prazo de 60 dias para manifestar oposição. Para evitar que isso aconteça, é uma boa ideia fazer uma pesquisa de mercado antes de entrar com o pedido, para se certificar de que a marca desejada não está em uso.

2º passo: Deferimento

Caso ninguém se manifeste contra e o INPI não identifique nenhuma coincidência com outras marcas já registradas, o órgão julga procedente o pedido. A partir dessa data, a pessoa ou empresa interessada em registrar a marca tem um prazo de 60 dias para pagar a taxa relativa aos 10 primeiros anos de proteção da marca. O valor da taxa varia conforme a tabela do INPI e,caso o pagamento não seja feito dentro dessa data, o processo é arquivado.

Se, por outro lado, o pedido não for deferido, o requisitante deve entrar com um recurso — sem custos extras — também no período de 60 dias.

3º passo: Retirada do certificado de registro

Com o pedido aceito e a taxa, paga, o certificado de registro estará disponível ao requisitante no INPI ou aos cuidados de um procurador, por um prazo também de 60 dias a contar da publicação na Revista da Propriedade Industrial. O registro da marca passa a valer a partir da data de publicação do despacho.

Quais são os documentos necessários?

Antes de dar início ao processo de registro de marca, é importante separar todos os documentos necessários. São eles:

  • Guia de recolhimento retirada na Delegacia Regional do INPI;
  • Pedido de registro de marca em três vias;
  • Cópia do Contrato Social;
  • Cópia do CNPJ;
  • Cópia da inscrição no ISS, no caso de profissionais autônomos, acompanhada de carteira de identidade e CPF.

Minha marca foi registrada, e agora?

Após o deferimento do pedido e o efetivo registro da marca, ela estará protegida — ou seja, você terá direito exclusivo de uso — por 10 anos. Depois desse período, o pedido poderá ser renovado, mas será necessário fazer novamente a solicitação junto ao INPI.

Muitas empresas pequenas negligenciam o registro de marca ou não acham necessário realizá-lo. Porém, como ficou claro no post de hoje, esse é um processo fácil de ser realizado, que pode te dar tranquilidade quanto ao uso da sua marca pelos próximos 10 anos. Ficou alguma dúvida?Você já registrou a sua marca, ou acha que não vale a pena? Conte seus motivos e suas experiências para a gente nos comentários!

Free Download WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
free online course
download mobile firmware
Free Download WordPress Themes
download udemy paid course for free

Posts relacionados

Conheça nossos E-books gratuitos